João Moutinho garantiu, esta terça-feira, um Sporting de Braga motivado para vencer o Union Berlim, na quinta jornada do Grupo C da Liga dos Campeões de futebol, e assim garantir desde logo a continuidade nas competições europeias.

Somando os três pontos, os minhotos passariam a somar seis pontos e assegurariam já o terceiro lugar que dá acesso à Liga Europa, permitindo ainda sonhar com a passagem à fase seguinte da Champions, que obriga a uma vitória em Nápoles na última jornada.

“Mais motivados não podemos estar, não há maior motivação do que poder jogar a Champions e um jogo em que dependemos de nós para continuar nas competições europeias. Vamos defrontar uma equipa que sabe que terá de ter um resultado positivo para também lutar por essa continuidade, mas nós trabalhámos estes dias para ganhar amanhã [quarta-feira]”, afirmou o experiente médio na conferência de imprensa de antevisão da receção à equipa germânica.

João Moutinho, de 37 anos, segundo jogador mais internacional de sempre por Portugal (146 jogos), só ultrapassado por Cristiano Ronaldo, pode ser titular quarta-feira, também face à dúvida sobre a disponibilidade de Al Musrati, que falhou os últimos jogos, por lesão.

“Sinto-me muito bem. Felizmente, tive esta oportunidade de vir para o Sporting de Braga. Não fazer a pré-temporada tornou a situação fisicamente mais difícil, mas estou a sentir-me bem e a equipa está motivada e confiante para o que aí vem, crente num resultado positivo”, disse.

O Union Berlim ocupa a última posição do grupo, com um ponto, e na Bundesliga é penúltimo, não vencendo há três meses.

“Estão em último, mas na Liga dos Campeões isso não quer dizer nada. Nem a fase por que estão a passar vem ao caso para o jogo de amanhã [quarta-feira]. Vão dar o seu melhor, têm um novo treinador [o croata Nenad Bjelica], com novas ideias e todos vão querer mostrar que têm capacidade para jogar e isso torna as coisas um pouco mais difíceis, sabemos disso”, notou o jogador.

Considerando que “os resultados são decididos em detalhes”, João Moutinho frisou a ambição da equipa bracarense em “controlar e impor” o seu jogo.

Sobre a importância da experiência, defendeu que “é importante, como é a irreverência dos jovens e como todas as outras qualidades que o plantel tem, tudo em prol do bem comum que é a equipa”.

“Todos temos a capacidade de pôr a capacidade individual no coletivo e se assim for estamos mais perto do que queremos. Com a minha experiência posso aportar mais tranquilidade com bola, saber posicionar-me, mas só a minha experiência não servirá de nada, tal como só a irreverência de um jogador também não”, disse.

Sporting de Braga, terceiro classificado, com três pontos, e Union Berlim, quarto e último, com um, defrontam-se a partir das 20:00 de quarta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo francês Clément Turpin.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.