Após a vitória difícil do Sporting diante do Estrela da Amadora por 3-2, o treinador Rúben Amorim começou por enaltecer as dificuldades criadas pelos tricolores, especialmente na primeira parte. O técnico deixou ainda uma palavra para os adeptos leoninos que, mesmo quando a equipa esteve em desvantagem, nunca deixaram de apoiar.

"Sabíamos que era um jogo muito difícil e o Estrela planeou muito bem o jogo, mudou a construção e criou-nos dificuldades, com um bloco baixo e com dois laterais a fazerem o corredor e a bloquearem as nossas permutas com o Marcus [Edwards] e com o [Ricardo] Esgaio. Mas fomos criando oportunidades, estávamos a sofrer muito com as bolas nas costas e não estávamos a controlar bem a linha [de fora de jogo]. Acho que fomos a equipa que esteve sempre mais perto dos golos, mas depois sofrer um penálti e um golo... Olhei para as bancadas e [os adeptos] estavam a bater palmas. Foi um dia bom, num jogo muito difícil, algo que esperávamos", disse o treinador dos verde e brancos.

Depois de ter ido para o intervalo em vantagem, o Sporting sofreu dois golos nos primeiros minutos da segunda parte. Apesar disso, Amorim realça que nunca sentiu a equipa descontrolada, mesmo quando estava a perder.

"Já houve momentos em que senti que perdemos o controlo, desta vez nem tivemos tempo para isso. Bola no corredor, penálti. Quando estávamos a acertar o jogo, outro golo. Não senti que estivéssemos a perder o controlo, mas o Estrela voltou a baixar as linhas e depois sentimos que conseguíamos dar a volta. Nunca estivemos confortáveis com bolas nas costas, mas não senti o desconforto para sofrermos os dois golos", afirmou Amorim.

O treinador do Sporting terminou enaltecendo a importância do triunfo desta noite, e que permitiu aumentar a vantagem para o FC Porto em vésperas da visita ao Estádio da Luz.

"Estas vitórias são sempre importantes, temos de somar pontos. Uma equipa ser invicta cria uma aura diferente, ainda por cima o FC Porto perdeu e vamos à Luz a seguir. Foi muito importante", rematou.

Já Marcus Edwards, estava satisfeito com o golo marcado e enalteceu o espírito de luta da equipa em busca dos três pontos.

"Mostrámos como a nossa equipa é boa. Não vamos desistir, nunca. Marquei um bom golo, mas foi uma prestação de toda a equipa. Jogámos sempre da mesma maneira e nunca desistimos, foi bom", afirmou o inglês.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.